domingo, 27 de novembro de 2011

A LIBERTAÇÃO . SERVIDÃO NO EGITO. (ÊXODO 1-15.21).

ÊXODO.1- Servidão no Egito.

São estes os nomes do filhos de Israel que entraram com Jocó no egito; cada um entrou com sua família:RÚBEN,SIMÃO, LEVI e JUDÁ, ISSACAR, ZEBULOM e BENJAMIM, DÃ, NAFTALI, GADE e ASER.

Transcorreram trezentos anos desde a morte de José. Os 70 hebreus que se haviam se multipliado foram muito fecundos, do Rio Nilo multiplicaram-se em centenas de milhares.
Mas o povo Israelita, outrora objeto do favor de Faraó, é agora escravo temido e odiado do rei egipcio. Entretanto, se levantou novo rei sobre o Egito, que não conhecera a José.
A cituação política mudou radicalmente no Egito . Os Hecsos, o povo que havia ocupado o país durante dois séculos, foram expulsos e, o alto Egito e o Baixo egito voltaram a unifircar-se.

O Egito chegou ao apogeu do seu poderiomilitar e se inicia um grnde progroma de construção  de cidade depósitos.
Uma nova família faraó assenta-se no trono egípcio e os serviços que José  ao Egito constitui-se em  apenas uma modesta lembrança do regime odiado que desapareceu
Não há gratidão para os Hebreus nos corações dos egípicios.

" Veêm com alarme o assombroso e sobrenatural crescimento da populção Israelita.Converte-se-ia Gósen em uma vice cidade para comquistadores e estrangeiros?" Pensou Faraó.
Pois Faraó não queria que os Israelitas se retirassem, então os obrigou a servir como escravos pois nesse modo ele conseguiria dominá-los em números; ao mesmo tempo seria últil para realizar  a construção de obras públicas. Faraó organiza os hebreus em grupos sob a direção de capatazes para tirar barro e fazer tijolos, construir edifícios, canais e preparar fossos para  a irrigação.

Porque Deus permitiu que seu povo fosse tão cruelmente oprimido?
 Queria que nascesse neles o desejo de sair do Egito.

É provável que os Israelitas estivessem tão contentes em Gósen que  havia se esquecido o concerto Abraâmico pelo qual Deus lhes havia prometido a terra prometia "Canaâ". Além disso , alguns dos Israelitas, apezar de viver em Gósen separados dos Egípcios, começaram a praticar idolatria (js.24.14)" Agora, pois,temei ao Senhor e servi-o com integridade; deitai fora os deuses que seus pais serviram dalém do Eufratese no Egito e srvi ao Senhor."

TÃO GRANDE FOI A DECADÊNCIA ESPIRÍTUAL DE ISRAEL QUE O EGITO SE CONVERTEU EM SÍMBOLO DO MUNDO E OS ISRAELITAS CHEGARAM A REPRESENTAR O HOMEM NÃO REGENERADO. ERA PRECISO  ALGO DRÁSTICO PARA  SACUDI-LOS A FIM DE QUE DESEJASSEM RETORNAR A TERRA PROMETIDA.

O PLANO DE DEUS* O PLANO DE FARAÓ. 

Não abstante Deus frusta os planos de faraó, pois ele tente inultimente, impidir os planos da pramessa divina de numerosa descendência, submetendo os Israelitas a trabalhos forçados (Êx.11-14), depois ordenando o extermínio dos meninos (Êx.16-22).

Quanto mais os Egipicios oprimem aos hebreus, tanto mais se multiplicam e crescem. A progidiosa multiplicação dos descendentes de Jacó no Egito é uma confirmação clara da promessa feita aos patriarcas (Gn.28,3)" Deus Todo - Poderoso te abênçoe, e tefaça fecundo, e te multipliquepara que venhas a ser uma multidão de povos." que se cumpre.

A tentativa de exterminar os hebreus matando os recém nascido  do sexo masculino, nos faz lembrar em Belém (Mt.2.16-18) foi o entento de satanás ouzar frustar o plano de Deus de proporcionar a promessa de um libertador.

O s egípcios pouparam a vida das meninas pensanda que elas se casariam com os egípcios e assim sperderiam sua identidade racional. Acituação do israelitas tornou-se grave. Para sobreviver com a raça necessitaria de um libertador.
O rei não saberia se o seu plano daria certo deram essa ordem para as parteira. As parteira porém arriscaram a sua própria segurança recusando-se de matar as crianças, poque reverenciavam o verdadeiro Deus.

O nascimento de moisés (Êx.2)

Mais como Deus sempre prevalece, a própria filha de Faraó ironicamente contribuiu para prejudicar o plano do pai. Ela se banhava quando foi encontrado um bebê e então ela mesmo sabendo que ele era hebreu ficou atraída  pelo bebê, apesar do decreto do seu pai. 

Estando Moisés com quase 40 anos  quando se concientizou da injustiça que estava sendo cometida com o seu povo e entrou em ação para tentar livrar do obressão o seu povo, Moisés mata um egipcio e foge(Êx.2.11-22).
Moisés foi criado com todas as vantagens da realeza egipcias. Sem dúvida , vestia-se,falava e agia como um egipcio.

Deus fala com Mosés em meio da sarça ardente.(Êx.3)

E apascentava Moisés as ovlhas de seu sogro Jetro,levando o rebanho para o lda ocidental do deserto, chegou ao monte de Deus, a Horebe.(Êx.3), também chamado monte sinai. Então o anjo do Senhor apareceu num meio de uma sarça ardente: Moisés olhou, ei que a sarça no fogo não se consumia Deus fala com Maisés Êx.3.7-22. Para ir após Ele para tirar o povo do egito.


É assim nos dias de hoje Deus procura servos ou servos dispostos a levarem a mensagem  Dele por toda a terra para que a sua promessa se cumpra, Jesus está voltando, cuide do que tens para que ninguém possa roubar a sua coroa. Assim como Deus estava com Moisés assim Ele está conosco, não devemos temer o que possa nos fazer o homem mais sim devemos temer somente a Deus pois Ele é o Fôlego da vida.

Por esses dias tive a noticia que eu estou com peneumonia, fique um pouco abatida mais não desruida por que tenho a fé de Deus no meu coração crendo que Ele pode fazer muito mais pela minha vida pois a minha vida é de Deus. Saiba que quando nós perdemos o foco  do chamado de Deus, Ele nos prova para que possamos voltar na direção certa as vezes nós pensamos que estamos certos mais é Deus que sabe o nosso futuro, creia nisso, na vida não é só mel e sim fél, mais no final temos tudo em dobro, principalmente a paz de Deus. Fiquem na paz do Senhor Jesus Cristo.
Graça e paz : Maria Isabel.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

VOCAÇÃO CRISTÃ.

A vocação do professor da EBD"O CHAMADO DE DEUS"
"Deus ilumina os olhos do nosso entendimento, para que saibamos qual é a esperança da nossa vocação e quais as riquesas da glória  da herança de Jesus para os santos." (Ef.1.18).
     
       Profeta Isaias: Isaias era um profeta messiânico.
Israel tinha acabado de ser destruída pelos Assírios. E quando Isaías estava ainda moço, a Assíria levou ao cativeiro a população da parte do Norte de Israel. E Isaías presenciou muitas ameaças do povo da Assíria.
Então mediante a oração de Isaías e os conselhos dele foi que Jerusalém foi liberta.
Isaías:40.3-5. Deus por intermédio do profeta Isaías enviou uma mensagem de consolo a respeito da volta do cativeiro.

                       DEUS CONSOLA O POVO.
O povo estava desanimado e eles tinham um conseito pequeno de Deus mas o profeta Isaías lembrou-lhes a grandesa do Senhor. "Não sabes, não ouvistes que o eterno Deus, o Senhor,  o criador dos fins da terra, nem se cansa, nem se fadiga? Não se pode esquadrilhar o seu entendimento." ( Is..40.28 ).
A maior força humana é insuficiênte sem Deus, para enfrenta os desafios da vida. Deus o todo poderoso criador,da forças. "Os jovens se cansam e se fadigam, os moços de exaustos caem, mais os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como as àguias, correm e não se cansam, caminham e não se fadigam." ( Is. 40.30-31).
"Renovam" sig. "Trocam", mais para termos o renovo do Senhor precisamos, obedecê-lo e dar ouvido a sua palavra, e era isso que o povo de Israel tinha que fazer buscar ao Senhor. "Faz  forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor."

                     RESULTDADO DO CONSOLO DE DEUS.
O povo do senhor recuperou a tranqüilidade ao saber que Deus não os havia abandonado nem desistido deles. A eleição do povo de Deus ainda permanece. Ser um servo de Deus significa pertencer ao senhor e prestar obediência a Ele. O servo do Senhor não há razão para temer porque o Senhor provê segurança e proteção aqueles que lhes pertence. (Is.41.10,13-14).
O Senhor pôe seu Espirito sobre o servo para o equipá-lo para o ministério. (Is.42.1-4). Esse servo tinha a missão de levas a justiça aos gentios, a toda terra. O servo tinha que cumprir o propósito de Deus com paciência e gentileza. (vs.2-3). O servo deve ser a luz para os gentios. (vs.6 ).
Desde então a obra do senhor não para, Deus chamou e chama homens e mulheres para a sua obra.

                   O SENH0R TEM UM PLANO PARA O SEU POVO.
Embora o povo do Senhor não tenha passado pelo fogo da disciplina, para purificar toda a escória, ainda assim Deus não desistiu deles. se eles ao menos obedecessem ao Senhor, encontrariam paz como um rio de justiça, com as incenssantes ondas do mar. (Is.48.18). Da mesma forma que o Senhor tirou o seu povo do Egito Ele  os tiraria da Babilônia em um novo êxodo.
O Senhor, realmente, escolheu Israel para ser instrumento  e torná-lo, conhecido em todo o mundo, para levarem a mensagem da salvação do Senhor para os gentios, e assim se estende até hoje Deus nos chama "Vós, porém sois a geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de procramardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz."(1Pe.2.9).
A salvação preparada para o mundo perdido nasceu no coraçao de Deus. Na plenitude dos tempos Deus enviou seu filho, nascido de mulher. A salvação é recebida atrvés do arrependimento dos pecados  diante da fé em Cristo. Pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo de Deus. Todo o homem precisa de um salvador pois o homem não pode salvar a sí mesmo (lc.17.33)

                  O PPROPÓSITO DE DEUS.
Somente podemos compriender os planos e os métodos de Deus para a salvação (Rm.13.11) atraves de um estudo das escrituras (2Tm.3.15).
O propósito de Deus é que o homem chegue ao conhecimento da salvação. Mas somente quem pode entender e chegar ao conhecimento da salvação quem conhecer e quizer se livrar da escravisão do pecado.
Deus tem só um plano de salvação, isso não quer dizer que Deus age de um só modo (Hb 1.1), ou seja Deus tem só um plano, mas dentro deste plano existem vários métodos. Os métodos são as estratégia de Deus. Deus providenciou uma salvação ao homem, com as alianças entre Ele e o homem.
São oito aliança a saber:
 1-Edêmica: (Gn 2.16); 2-Adâmica:(Gn 3.15):
3-Noética:(Gn 9.16); 4-Abraâmica: (Gn 12.12);
5-Mosaica: (Êx 19.5); 6-Palestiana: (Dt30.3);
7-Davítica: (2Sm 7.16); 8-Nova aliança: (Hb 8.8).

CRISTO NOVA ALIANÇA.(2 co.3)
A obra de Cristo é a coluna central do plano de Deus para a redenção, é por intermédio de Cristo que temos tal confiança em Deus, a qual deus nos habilitou para sermos ministro de uma nova aliança, não de letra mais de espirito, porque a letra mata mais o espírito vivifica.
Por isso Deus te chama, vocação é o ato de graça pelo qual Deus convida os homens, atrvés de Sua Palavra, a aceitarem pela fé a salvação proviniente por cristo.

Graça e paz.
Maria Isabel. 

domingo, 13 de novembro de 2011

O PLANO DE DEUS.

video                                                                    

DEUS É ONISCIENTE.

DEUS CONHECE TUDO DESDE A ETERNIDADE PASSADA ATÉ A ETERNIDADE FUTURA, SIMULTANEAMENTE. ELE NÃO APRENDE COM NIMGUÉM, NUNCA É PEGO DE SURPRESA E JAMAIS SE ESQUECE (Is.46.9-10).
A NOTÍCIA CONSOLADA É QUE DEUS NOS CONHECE E NOS AMA APESAR DE QUALQUER COISA (Sl.103.14). ELE CONHECE AS NOSSAS NECESSIDADES (Mt.6.8), OS NOSSOS SENTIMENTOS (Is.40.28-29).
DEUS NÃO É UM ENTRE MUITOS, ELE É O PRIMEIRO E O ÚNICO, É O SENHOE QUE NOS CONSOLA, QUEM POIS SOMOS NÓS, PARA QUE TEMOS AO HOMEM, POR ISSO VAMOS DESPERTAR E NOS FORTALECER NO SENHOR, E ANUNCIEIS AS VIRTUDES DAQUELE QUE VOS CHAMOU DAS TREVAS PARA SUA MARAVILHOSA LUZ.
"QUE FORMOSOS SÃO SOBRE OS MONTES OS PÉS DOS QUE ANUNCIA AS BOAS NOVAS, QUE FAZ OUVIR A PAZ, QUE ANUNCIA AS COISAS BOAS, QUE FAZ OUVIR A SALVAÇÃO, QUE DIZ A SIÃO: O TEU DEU REINA " (Is.52.7).
GRAÇA E PAZ.
ISABEL RODRIGUES.

domingo, 6 de novembro de 2011

A arte de viver

Temos um propósito em nosso coração que é a nossa meta, a salvação.Jesus é a nossa virtude que nos levará a felicidade duradoura.Saiba que os virtuosos são invencíveis, são pessoas sábias, não são atraídos nem iludidos pela maneira como as coisas aparecem ser. Somos instruidos por Deus e respeitamos a finalidade que temos com Jesus Cristo, e portanto agimos como cidadões do céu, compassivos e conscientes que estamos adorando um Deus Maravilhosa e Concelheiro, Forte e o Principe da Paz. Que a paz do nosso senhor Jesus repouse sobre vós. Amém.